Maria Beatriz Furtado
Eventos
Artigos
Eventos
UFC Fight Night 133 - after

UFC Fight Night 133 - after

A noite do UFC em Boise teve algumas decisões dos juízes controversas, como por exemplo Nurmagomedov, primo do campeão de mesmo sobrenome, que não convenceu mas ainda conseguiu levar na decisão dividida. Outro primo de estrelas, Alejandro Perez, entrou com seu parente Sergio Pettis no corner. A família do Showtime levou a melhor e Perez conseguiu a vitória na opinião dos juízes. 

Abrindo o card principal, as meninas deram um bom show, numa luta movimentada mas com dominância da Cat Zingano sobre Marion Reneau, dessa vez com a decisão fazendo sentido, inclusive com um dos juízes pontuando 30x26.

Em seguida, Chad Mendes voltou com tudo ao octógono, já nocauteando Myles Jury no primeiro round, sem dar espaço a ele e vencendo a diferença de envergadura, se colocando novamente na categoria em posição para voltar à corrida pelo título. 

Niko Price descolou um belíssimo nocaute em Randy Brown, além de nada usual. De costas pro chão, ele conseguiu controlar seu adversário e conectar golpes até o próprio apagar em cima dele. Quando o árbitro se deu conta e interrompeu a luta, Price se levantou e Brown caiu apagado. Feroz!

De volta aos meio médios, Super Sage Northcutt surpreendeu e nocauteou Zak Ottow no segundo round. Antes disso, ele conseguiu se virar bem na defesa de chão contra o faixa preta de jiu jitsu, mostrando sua evolução. Ainda ousou a tentar a finalização, mas acabou conseguindo conectar bons golpes que levou seu adversário à lona. Não é só um rostinho bonito, gente! 

E, enfim, a tão esperada volta de Junior Cigano contra o tal casca grossa búlgaro Blagoy Ivanov. Não saiu o nocaute que aguardávamos de nenhuma das partes, mas pelo menos Cigano conseguiu levar a luta inteira pontuando e dominando todos os rounds. Nada de sensacional. Aliás, esperava bem mais do búlgaro, que passou a luta inteira parecendo amedrontado. E lá se foram cinco rounds. Após a luta, Cigano afirmou que luta com Miocic seria o correto a se fazer. Acho que todos sentem falta do Cigano nocauteador, mas será que ele ainda volta?

Seguem abaixo os resultados.

Lembrando que semana que vem mais um brasileiro faz a luta principal, nosso Shogun encarando Anthony Smith.

Até lá ;)

 

CARD PRINCIPAL

Peso pesado: Junior Cigano derrotou Blagoy Ivanov na decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45, 50-45)

Peso meio-médio: Sage Northcutt derrotou Zak Ottow por nocaute técnico a 3m13s do R2

Peso pena: Rick Glenn derrotou Dennis Bermudez na decisão dividida dos juízes (29-28, 29-27, 28-29)

Peso meio-médio: Niko Price derrotou Randy Brown por nocaute a 1m09s do R2

Peso pena: Chad Mendes derrotou Myles Jury por nocaute a 2m52s do R2

Peso galo: Cat Zingano derrotou Marion Reneau na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-26)

CARD PRELIMINAR

Alejandro Perez derrotou Eddie Wineland na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Alex Volkanovski derrotou Darren Elkins na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso mosca: Said Nurmagomedov derrotou Justin Scoggins na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso pena: Raoni Barcelos derrotou Kurt Holobaugh por nocaute a 1m39s do R3

Peso mosca: Liz Carmouche derrotou Jennifer Maia na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso mosca: Mark De La Rosa finalizou Elias Garcia com um mata-leão a 2m do R2

Peso palha: Jessica Aguilar derrotou Jodie Esquibel na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

sage-northcutt-zak-ottow-ufc-fight-night  Chad-Mendes.jpg

Maria Beatriz Furtado
Paulista, bancária se aventurando no mundo da escrita, sobre um assunto que tanto gosta,MMA, com a maior espontaneidade possível.