Maria Beatriz Furtado
Eventos
Artigos
Eventos
UFC Belém Brasil 9 x2 Gringos

UFC Belém Brasil 9 x2 Gringos

belem%20lyoto.jpeg

 

UFC BELÉM

Brasil 9 x 2 Gringos

Amigos, excelente noite para o Brasil, que teve a chance de se redimir após suas últimas atuações nesse início de ano. Controvérsias e derrotas a parte, o saldo foi bem positivo.

O UFC embarcou pela primeira vez em Belém do Pará, com onze lutas e um brasileiro em cada uma delas, sendo cinco deles paraenses, levantando a torcida.  É Brasil VS Mundo!

No card preliminar tivemos 100% de aproveitamento, sendo as cinco lutas vencidas por brasileiros, incluindo dois nocautes técnicos: o de Deiveson Figueiredo sobre Joseph Morales e o de Iuri Marajó, com apenas pouco mais de um minuto de luta, sobre Joe Soto, garantindo o bônus de Performance da Noite. Vimos também a linda estréia de Polyana Viana, finalizando Maia Stevenson no primeiro round e Alan Nuguette quase conseguindo terminar a luta antes do previsto, mas ganhando todos os rounds por decisão unânime. Serginho Moraes encerrou o card, surpreendentemente passando a luta na trocação, ganhando em uma decisão dividida.

belem%20valentina.jpgNesse embalo fomos para o card principal, começando com a excelente atuação do querido Thiago Marreta. Numa luta digna de main event, fez a Luta da Noite com Anthony Smith, garantindo nocaute técnico após seus duros golpes e ao final pediu oponentes mais bem ranqueados, um top 6 pelo menos, para em seguida buscar o cinturão. Apoiado nessa idéia?

Douglas D´Silva e Michel Trator venceram por decisão, com atuações convincentes mas no card também tivemos a primeira derrota brasileira vinda de Marcelo Golm, única luta de peso pesado da noite, que acabou indo para decisão depois da monotonia. Nossa segunda e última derrota foi da estreante Priscila Cachoeira, a Pedrita, que levou um atropelo da russa Valentina Shevchenko, antes de ser enfim finalizada no segundo round. Aliás, teve até declaração do Dana White criticando duramente o árbitro brasileiro Mario Yamasaki por não ter interrompido a luta antes, visto que Pedrita foi fortemente castigada.

belem%20trator.jpgQuanto à luta principal, Lyoto Machida conseguiu se superar e conquistar a vitória, por decisão dividida e polêmica. Ele realmente começou bem a luta, mas quem acompanhou certamente conseguiu observar o gás indo embora e um desempenho bem mediano, com o americano superior nos rounds finais. Eryk Anders, que havia pedido essa luta em sua última vitória, declarou em seu Twitter não estar feliz com o resultado, é claro, mas acrescentou dizendo que quando se deixa na mão dos juízes é assim e deu os parabéns ao brasileiro.

Ao ser entrevistado após a luta, Machida pediu confronto com Bisping. Será que rola?

SEGUEM OS RESULTADOS COMPLETOS:

 

belem%20douglas.jpgCARD PRINCIPAL
Lyoto Machida venceu Eryk Anders por decisão dividida (48-47, 47-48, 49-46)
Valentina Shevchenko venceu Priscila Pedrita por finalização aos 4m52s do R2
Michel Trator venceu Desmond Green por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)
Timothy Johnson venceu Marcelo Golm por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)
Douglas D'Silva venceu Marlon Vera por decisão unânime (triplo 30-27)
Thiago Marreta venceu Anthony Smith por nocaute técnico a 1m06s do R2

 

belem%20marreta.jpgCARD PRELIMINAR
Serginho Moraes venceu Tim Means por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Alan Nuguette venceu Damir Hadzovic por decisão unânime (30-25, 30-27, 30-27)
Polyana Viana venceu Maia Stevenson por finalização aos 3m50s do R1
Iuri Marajó venceu Joe Soto por nocaute técnico a 1m06s do R1
Deiveson Figueiredo venceu Joseph Morales por nocaute técnico aos 4m34s do R2

 

 

Maria Beatriz Furtado
Paulista, bancária se aventurando no mundo da escrita, sobre um assunto que tanto gosta,MMA, com a maior espontaneidade possível.