Maria Beatriz Furtado
Eventos
Artigos
Eventos
UFC 225 na área

UFC 225 na área

UFC_225_Event_poster.jpg

Essa edição numerada do UFC está cheia de atrações, tem muito o que falar!

A luta principal é uma revanche. Robert Whittaker venceu Yoel Romero, levando o cinturão interino dos médios, por decisão unânime, mas disputada (todos marcaram 48 a 47). A luta ocorreu na edição de número 213, há quase um ano atrás. Eles ganharam o bônus de Luta da Noite na ocasião.

Esse cinturão teve uma novela, pois Whittaker faria a defesa contra Luke Rockhold, mas se lesionou e gerou uma nova chance para Romero, que o substituiu nessa disputa. Ele venceu a luta contra Rockhold, mas não estava valendo o cinturão, devido a não ter batido o peso. Romero tem sérios problemas com isso, algo que se repetiu na pesagem de hoje (sexta-feira). Com 41 anos, o soldado de Deus vai perder mais uma chance de conquistar a querida cinta. E ainda, em paralelo, o australiano acabou se tornando campeão linear da categoria após Georges St. Pierre abdicar a conquista sobre Michael Bisping (que ganhou de Rockhold), e ter se afastado das lutas por motivo de saúde.

A coluta principal, para nós brasileiros, é tão importante quanto. Trata-se daquele falastrão Colby  Covington contra o nosso Rafael dos Anjos. A gente já torceria contra o Covington de qualquer forma, e também a favor do RDA se fosse com qualquer outro gringo, ou seja, essa disputa só potencializou mais a torcida da galera. Só relembrando, o americano esteve aqui no Brasil lutando no UFC São Paulo contra Demian Maia no ano passado e falou muito mal do nosso país, com ofensas aos brasileiros. Sua única derrota na carreira é, ironicamente, para um de nós, o Warlley Alves. Mas isso foi em dezembro de 2015, e de lá pra cá ele vem de cinco vitórias. Mas RDA está em uma boa fase e desde que entrou nos médios não teve derrota, indo para a sua quarta luta na categoria.

Na terceira luta mais importante da noite, teremos a estreante no UFC Megan Anderson que saiu do Invicta FC, onde era campeã, para estrear contra Cris Cyborg em julho do ano passado. Por seus próprios problemas pessoais não detalhados, a luta não ocorreu e ela aguarda que seu próximo passo seja esse. Mas antes, tem uma oponente casca grossa também, a ex-campeã Holy Holm, que vem justamente de derrota para a Cyborg.

Tai Tuivassa, que costuma render boas performances e ainda está invicto com 7 lutas, irá enfrentar o veterano Andrei Arlovski, que possui só 43 lutas no cartel, sendo das 27 vitórias, 17 por nocaute e 3 por finalização.

Mas a peculiaridade da noite está garantida com CM Punk VS Mike Jackson no card principal. Ambos amadores, com uma luta apenas no cartel, sendo derrota e pelo mesmo oponente, Mickey Gall. CM Punk vem do WWE, só por isso já rola uma visão não muito boa, né? Rs Mas ele tem um histórico no wrestling profissional, chegou a competir e ser campeão mundial. Jackson, por sua vez, trabalhava mais nos bastidores, como fotógrafo, cinegrafista e também possui um blog de esportes. Curiosa para ver essa performance dos dois.

 Para mim, a luta que deveria ser ainda no card principal seria a do Overeem e não a anterior, mas enfim né, quem sou eu na fila do pão? teeth_smile.png Ele enfrenta Curtis Blaydes, que ainda tem bastante chão pra chegar lá, mas vem fazendo um bom histórico, com apenas uma derrota no cartel. Não será novidade para Blaydes topar com um veterano, pois acaba de vir de vitória contra Mark Hunt.

Contaremos também com mais Brasil na noite: Claudia Gadelha, que encara Carla Esparza, pelo peso palha, com cartéis similares; e Charles do Bronx abre o evento duelando com o duro Clay Guida.

 Falei que era muita coisa!

Confiram todas:

CARD PRINCIPAL

Peso-médio: Robert Whittaker x Yoel Romero
Peso-meio-médio: Rafael dos Anjos x Colby Covington
Peso-pena: Holly Holm x Megan Anderson
Peso-pesado: Andrei Arlovski x Tai Tuivasa
Peso-meio-médio: Mike Jackson x CM Punk

 

CARD PRELIMINAR

Peso-pesado: Alistair Overeem x Curtis Blaydes
Peso-palha: Cláudia Gadelha x Carla Esparza
Peso-pena: Ricardo Lamas x Mirsad Bektic
Peso-pesado: Rashad Coulter x Chris de la Rocha
Peso-meio-pesado: Rashad Evans x Anthony Smith
Peso-mosca: Joseph Benavidez x Sergio Pettis
Peso-leve: Clay Guida x Charles do Bronx
Peso-pena: Mike Santiago x Dan Ige

Maria Beatriz Furtado
Paulista, bancária se aventurando no mundo da escrita, sobre um assunto que tanto gosta,MMA, com a maior espontaneidade possível.