Cintia Lessa Lima Cancellier
DIÁRIO EFICIENTE
Artigos
DIÁRIO EFICIENTE
 Prêmio Osvaldo Paquetá - Troféu Mestre Zito de Honra ao Mérito.

 Prêmio Osvaldo Paquetá - Troféu Mestre Zito de Honra ao Mérito.

por%20c.jpg

 

         

Estava tudo quase certo para irmos dia 18 de janeiro (eu e meu marido, Luciano) para Curitiba. Hotel estava reservado, só faltava o Lu definir sua folga para comprar as passagens, mas. Infelizmente, não coseguiu ninguém pra substituí-lo no trabalho. Imaginem só, quase enlouqueci!!! Meu Deus, e agora?!

          Parecia uma doida varrida procurando alguém pra ir comigo, até que minha amiga Célia falou que iria.!!

          Chegamos bem em Curitiba. Voo muito rápido e suave. Deu pra descansar um pouco.

          Dia 19 chegou! Demos até um passei pela manhã, no jardim botânico (e eu sem parar,  agitadíssima, tentando decorar minha fala) depois de pegar as pulseiras com o Cristiano Martins , para o evento. Voltamos para o hotel, almoçamos ao lado e nos arrumamos para a tão esperada tarde.

          Chegando lá, tive uma surpresa muito boa! Alem do local todo especial, o momento mais aguardado, meus primos queridos, Bernadete e Jaime (quem não via há 20 anos), chegaram logo após a gente e em seguida o Jackson (outro primo) e sua linda filhinha.

          O evento começou com um espetáculo de artes marciais e em seguida, a abertura com meu amigo, Cristiano Martins, que fez sua fala inicial através de uma leitura. Eu, rapidamente usei sua tática. No intervalo de sua fala, escrevi três frases no meu celular (mais ou menos o que eu queria dizer, mas, certamente nunca sairia da mesma forma sem minha colinha.

          Quando eu fui chamada ao palco, toda aquela magia momentânea foi tão inspiradora, a alegria, o Cristiano falando sobre minha tagarelice, minha hiperatividade (assim que me classifico brincando), enquanto eu andava em direção a escada, trocando palavras  com a Célia e com o Eugênio , o arbitro que gentilmente me ajudou a chegar lá em cima...tudo aquilo me deixou calma, por incrível que pareça!

          O presidente do evento então, falou do meu modo de ser, do jeito que encaro a vida, da minha alegria constante e da minha energia incansável que não me deixa faltar um dia que seja no meu treino. Me colocou como exemplo para todos os atletas que estavam lá e tudo aquilo mexeu magicamente comigo!

          Então,  eu pedi para ler o meu texto que tinha acabado de sair do forno, que dizia assim: Agradeço duas vezes: por mim e pela Isabela Rocha

- Agradeço a você Cristiano, pelo seu olhar em relação a história da minha vida, a minha luta e a importância do esporte para o meu ganho de mobilidade!

- e como vocês, atletas, podem interferir e inspirar a vida de muita gente, como a minha, obrigada

- falo como pessoa com deficiência física, como fisioterapeuta e amadora do esporte!

 

          Gente, aquele momento foi incrível pra mim! Eu falei, eu consegui falar e estava tão, mas tão feliz que esqueci o meu nervoso, aquele sempre me trava!

          Ao terminar minha fala, o Cristiano pediu licença para repetir a leitura por causa do som (achei ótimo). Adorei porque ele fez a entonação que eu gostaria de ter realizado.

          Tenho dificuldade para falar, coordenar respiração com fala, articular as palavras, enfim, em ocasiões em que preciso falar para muitas pessoas, quase certo que fico muito desconfortável, muda, vermelha e não sai nada direito! Mas, pela primeira vez na minha vida, isso não aconteceu! Eu estava tão feliz ali, tão radiante, que a magia aconteceu! Tenho certeza que minha mãe estava lá, porque no dia em que o Cristiano me disse do premio, eu conversei com ela no hospital e combinamos de irmos juntas para o evento..! 

          Eu e Isabela, ganhamos um prêmio muito importante, que minha amiga tanto lutou para conquistar!  Troféu Mestre Zito de Honra  ao Mérito!

 Foi através do instagram da Rose Volante que tudo começou. Isabela me encontrou e a entrevista aconteceu. Foi uma matéria sensacional, com certeza muito original, a final de contas, não é toda hora que se entrevista uma fisioterapeuta com mobilidade reduzida e que é doida por luta..kkk!!! Brincadeiras a parte, o presente pra mim e certamente pra minha amiga Isabella, vai muito além disso tudo! O fato dessa matéria ser lida e ter sido avaliada tão positivamente por pessoas envolvidas integralmente na luta, faz com que surja um leque de oportunidades bem importante no esporte, estendendo o olhar para pessoas com mobilidade reduzida que certamente podem se beneficiar e muito com a modalidade.

          Além disso, existem muitas pessoas com sequelas antigas que acreditam fervorosamente que a vida estacionou após acidente ou enfermidade adquirida e  que não tem opção, a não ser clínicas de reabilitação. Mas, que bom que isso não é verdade!  E quando muitas pessoas envolvidas com o esporte também tiverem mais essas informações,  diversas outras, que se julgam incapazes, tendo esse novo caminho como escolha, podem dar um rodopio em suas vidas e mudar totalmente a direção do seu olhar e o caminho a ser trilhado também.

          Eu brinco e falo sempre, sou empolgada e falo muito mesmo. Mas não sei viver de outra forma, a não ser intensamente. Estou muito feliz e espero a cada dia continuar conquistando novos horizontes pra mim e que estes caminhos trilhados sirvam de guia para muitos outros que assim como eu, também se beneficiarão!

 

          Obrigada Isabela, obrigada Cristiano Martins e a todos que estão envolvidos neste mesmo propósito!

         

Cintia Lessa Lima Cancellier
39 anos,fisioterapeuta, Mestre pelo IAMSPE (área de neuro-reabilitação ), autora do Livro - Exercícios e Posturas para o paciente com sequela de AVC e outras doenças neurológicas. Especialista pela Santa Casa de Misericórdia em Fisioterapia neuro-múscoloesquelética. Pós Graduada pela Gama Filho em Fisioterapia Cardiorrespiratória.
Atleta amadora !