Maria Beatriz Furtado
Eventos
Artigos
Eventos
Pós UFC Hamburgo

Pós UFC Hamburgo

A noite não foi nada agradável para os brasileiros. Nossos três representantes das lutas principais levaram a pior em Hamburgo, neste domingo.

O primeiro brasileiro a subir no octógono foi Vitor Miranda. Vindo de duas derrotas, com grandes intervalos entre si devido à lesão, ele enfrentou o estreante no UFC, Abu Azaitar. O brasileiro tentou ir para o chão, mesmo sendo striker, mas Azaitar dominou a maior parte da luta, levando na decisão unânime e talvez no corte de Miranda da organização. 

Depois foi a vez de Glover Teixeira, que era o favorito, mas acabou levando um belo atraso de Corey Anderson, que amarrou a luta inteira e ganhou com sobra em luta novamente decidida pelos juízes. Complicou pro brasileiro que era top 3 e ainda esperava uma disputa de cinturão. 

Na principal da noite, o querido Maurício  Shogun foi o que durou menos tempo no octógono. Nocauteado ainda em pé por Anthony Smith no primeiríssimo round, também se afastou da possível disputa de título e interrompeu sua sequência de três vitórias seguidas. Smith conquista a maior vitória da carreira, logo após vencer o também veterano e ex-campeão Rashad Evans. Estamos de olho em seus próximos passos agora!

Falando um pouco das outras lutas: Marcin Tybura e Stefan Struve protagonizaram uma luta morna, como já era de se esperar. Infelizmente não rolou nenhum nocaute e Tybura dominou todos os rounds vencendo nas papeletas.

Danny Roberts e David Zawada fizeram uma luta equilibrada, onde no final pareciam dois bêbados brigando no chão, sem técnica nenhuma, mas foi divertido e no final das contas Roberts levou na decisão dividida. 

E o irmão perdido de Kelvin Gastelum, Nasrat Haqparast, mostrou ótima performance enfrentando Marc Diakiese, que foi salvo pelo gongo no segundo round. Achei que no terceiro sairia o nocaute mas Haqparast ganhou por pontos mesmo. 

Confira os resultados abaixo.

Semana que vem tem mais!

 

CARD PRINCIPAL

Peso meio-pesado:  Anthony Smith venceu Maurício Shogun por nocaute a 1m29s do R1.

Peso meio-pesado: Corey Anderson derrotou Glover Teixeira por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27).

Peso médio: Abu Azaitar venceu Vitor Miranda por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28).

Peso pesado: Marcin Tybura derrotou Stefan Struve por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28).

Peso meio-médio: Danny Roberts venceu David Zawada por decisão dividida dos juízes (27-30, 29-28, 29-28).

Peso leve: Nasrat Haqparast derrotou Marc Diakiese por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-26).

CARD PRELIMINAR

Peso leve: Damir Hadzovic venceu Nick Hein por decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28).

Peso meio-médio: Bartosz Fabinski derrotou Emil Meek por decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28).

Peso pena: Nad Narimani venceu Khalid Taha por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-37).

Peso meio-pesado: Aleksandar Rakic derrotou Justin Ledet por decisão unânime dos juízes (30-25, 29-24, 29-24).

Peso galo:  Manny Bermudez finalizou Davey Grant por finalização a 59s do R1.

Peso meio-pesado: Darko Stosic venceu Jeremy Kimball por nocaute técnico a 3m13s do R1.

Peso galo:  Pingyuan Liu derrotou Damian Stasiak por decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28).

ABU.jpgCOREY.png37711334_10214638029458834_6050519926811

Maria Beatriz Furtado
Paulista, bancária se aventurando no mundo da escrita, sobre um assunto que tanto gosta,MMA, com a maior espontaneidade possível.