Maria Beatriz Furtado
Eventos
Artigos
Eventos
Pós UFC Buenos Aires

Pós UFC Buenos Aires

SantPantoja-Trator-UFC-BuenosAires-Faceb

O primeiro UFC em Buenos Aires começou com as três primeiras lutas indo para a decisão, mas nem por isso teve monotonia, pudemos ver muita trocação.


Infelizmente não deu para o brasileiro em sua primeira luta no UFC, que fez sua quinta luta no ano sendo a mais recente há menos de duas semanas. Com certeza terá uma nova chance de mostrar suas habilidades. O argentino, e também estreante na organização, Laureano Staropoli e o mexicano Hector Aldana fizeram uma verdadeira guerra, terminando a luta com direito à galo na cabeça e um olho quase fechado. 

Mas nossos Alexandre Pantoja e Michel Trator chegaram pra encerrar o assunto logo e mudaram o quadro do card, ambos finalizando no primeiro round. Pantoja deu uma rápida aula de jiu jitsu e derrotou o japonês Ulka Sasaki. E Trator conseguiu um knock down bem no comecinho da luta  até achar a posição e fazer Bartosz Fabinski dar os três tapinhas. 

No card principal, os brasileiros já não tiveram a mesma sorte.
Poliana Botelho começou bem, conseguindo conectar alguns golpes, mas levada para o chão foi finalizada por Cynthia Calvillo, que voltou após 

O jogo de Cezar Mutante foi todo anulado pelo novato descoberto no Contender Series Ian Heinisch. O brasileiro quase foi finalizado por mais de uma vez e levou knock down do adversário, mas resistiu até o fim da luta, perdendo por decisão unânime.

Marlon Vera começou perdendo o primeiro round, mas escutou seus corners e voltou pro segundo repaginado, conquistando uma finalização sobre o argentino Guido Cannetti, que pouco antes disso aguentou boas pancadas.

Johnny Walker, brasileiro, mas lutando pela Inglaterra, levou a melhor contra Khalil Rountree, em um nocaute brutal logo no primeiro round. 

A luta entre Ricardo Lamas e Darren Elkins até chegou a ser disputada, mas já caminhando para o final do terceiro e último round Lamas conseguiu um nocaute técnico saindo da sequência de duas derrotas. 

E, para coroar, garantimos um belíssimo nocaute na luta principal também. 
Depois de três rounds inteiros bem lutados por ambas as partes, os dois já com a visão atrapalhando um pouco, Magny com as pernas muito debilitadas, chegando ao ponto de nem conseguir apoiar toda a planta do pé no chão, Ponzinibbio tirou um soco da cartola no quarto round que levou o americano imediatamente pro chão, nocauteado. Para a alegria dos torcedores argentinos. É o gente boa conquistando mais uma vitória em sua carreira. Merecido!!
 

Maria Beatriz Furtado
Paulista, bancária se aventurando no mundo da escrita, sobre um assunto que tanto gosta,MMA, com a maior espontaneidade possível.