Cintia Lessa Lima Cancellier
DIÁRIO EFICIENTE
Artigos
DIÁRIO EFICIENTE
O melhor lugar

O melhor lugar

                Energia positiva, ambiente agradável, força e gente feliz.

 

                Ao terminar de subir o último degrau da escada, meu pai (meu paizão que sempre me acompanha) cumprimentou a Dinha e se despediu de mim.  Sentei no banco, tiro meu tênis, coloquei  a calça e o kimono e aguardei a minha mestre pra amarrar minha faixa (até agora não aprendi...kkk) e fazer o coque que me deixa com cara de japa!.

                Subo no tatame e então começamos com nosso deslocamento lateral, que anteriormente era feito sempre com apoio e agora independência total. Ao percorrermos circundando a área de um lado e do outro, fazemos outro movimento, parecido com o anterior mas, desta vez, ao darmos dois passos fazemos um rodopio com apoio unipodal (um pé só) até virarmos para o outro lado. Ahhh, antes que eu me esqueça, hoje fui desafiada e dar uma corridinha pelo tatame!! Foi em câmera lenta, mas saiu alguma coisa e na volta, passos de costas..muito legal! Em seguida fizemos agachamento e o avanço, o que alivia bem a minha hipertonia de quadríces  (hipertonia – é o aumento do tônus muscular, ou seja , da própria consistência do músculo / e quadríceps é a musculatura da parte da frente da coxa que é responsável por fazer a extensão do joelho. No meu caso, essa musculatura fica muito tensa em boa parte do tempo, o que dificulta a flexão do joelho e quando faço agachamento, melhora bem esse quadro).. Gente, é bom demais fazer movimentos que há pouco tempo  nem sonhava em realizar.

                Em seguida fomos  para o chão, fizemos a fuga de quadril...eita coisa difícil! Olhando para a Dinha fazer, parece algo tão fácil, tão suave, mas quando a Cintiazinha aqui vai tentar, Jesus, como eu suo. Mas tudo bem, não é mesmo, quem está na chuva é pra se molhar e quem está no tatame é para suar...kkkk. . Depois de percorrer o tatame com minhas tentativas de fuga de quadril, sentei de frente pra minha mestre e tentei realizar o movimento de colocar as pernas de um lado e do outro. Acho que não ficou claro, vamos tentar de novo: sento, dobrando os joelhos e colocando os pé para o mesmo lado e depois dou um impulso e coloco para o outro. É um treinamento para o Omoplata. Aí, treinamos os golpes clássicos: armlock na guarda (está ficando bem legal), Kimura e o Americana. Galera, vocês não tem ideia do esforço que eu faço para realizar alguns movimentos de quadril e de como ficamos felizes quando consigo avanço(eu e a Dinha)!

                Chegamos na melhor e pior parte da aula (depende do ponto de vista)..kkkk. ...hora dos rolas. Esse momento é singular pra mim. Tenho uma dificuldade grande em me equilibrar, em realizar movimentos em pé que recrutam totalmente minha musculatura de quadril (estabilizadora) e agora, começamos essa etapa na postura bípede, ou seja, em pé mesmo. Iniciamos a luta com muita delicadeza...kkkk , levo puxão pra lá e pra cá e me mantenho firme por um bom tempo! Vocês entenderam? Eu me mantenho firme por algum tempo!!  Isso pra mim é o máximooo! Até que cansei e puxei a Dinha pra minha guarda...uhuuu!!...e depois é claro me lasquei...hahaha.

                Ao contrário de outros ambientes que frequento, onde as pessoas reparam nas suas dificuldades , te olham de maneira estranha, enfim.....a academia é um lugar de gente feliz, vibrações boas, energia contagiante, pessoas que torcem por você e comemoram  cada conquista sua. A professora sabe das minhas questões de mobilidade, mas acredita tanto quanto eu que podemos ir sempre além. Uma frase que nunca vou esquecer que a Dinha disse no primeiro dia de aula foi: Cintia, cada passo que você avança nos treinos, só poderá ir em frente mas nunca regredir.

                Por tudo isso que eu digo: é o melhor lugar!

Cintia Lessa Lima Cancellier
Fisioterapeuta, Mestre pelo IAMSPE (área de neuro-reabilitação ), autora do Livro - Exercícios e Posturas para o paciente com sequela de AVC e outras doenças neurológicas. Especialista pela Santa Casa de Misericórdia em Fisioterapia neuro-múscoloesquelética. Pós Graduada pela Gama Filho em Fisioterapia Cardiorrespiratória.
Apaixonada por desafios.
Atleta amadora !