Maria Beatriz Furtado
Eventos
Artigos
Eventos
Fim de semana de UFC duplo

Fim de semana de UFC duplo

usatsi11764363168384702lowres.jpg

Chegou ao fim outro final de semana com MMA. Depois de ter embarcado na China semana passada, tivemos agora uma dobradinha de UFC: sexta com a final do TUF e sábado o Fight Night na Austrália, na cidade de Adelaide. 

No primeiro evento, Rafael dos Anjos fez a luta principal com o duro Kamaru Usman, mas foi dominado durante a maior parte da luta, com diferentes pontuações dos juízes, mas todas favoráveis ao nigeriano. Infelizmente, RDA se distanciou novamente da chance da disputa pelo  título. 

Juan Espino foi o campeão na divisão dos pesados da temporada do reality, derrotando Justin Frazier e levando o contrato com a organização, além do bônus pela sua atuação na noite.

Já no UFC Adelaide, tivemos um card preliminar super morno, com TODAS as lutas terminando em decisão.

Ainda bem que o card principal mudou o cenário, começando com uma finalização de Jim Crute sobre Paul Craig e com uma única luta indo pra decisão: a de Justin Willis, vencendo por pontos a lenda - que, claramente, não estava num bom dia - Mark Hunt.  

Mesmo em seu país de origem e na que seria sua última luta, o veterano Hunt, de 44 anos, não teve uma boa performance e saiu sem muitas palavras. Foi uma luta bem estudada no começo, e nos dois últimos rounds Willis conseguiu dominar melhor, mas não arriscou ir para o wrestling, mantendo toda a luta em pé. Com certeza ele conquistou sua maior vitória na carreira.

Sodiq Yusuff conquistou um nocaute técnico ainda no primeiro round contra Suman Mokhtarian, com certas dúvidas sobre a interrupção do árbitro ter sido precoce, embora atingindo golpes contundentes. 

Tony Martin conseguiu tirar um triângulo de mão no terceiro round, após Jake Matthews ter feito um bom início de luta.

Maurício Shogun Rua, que era o azarão, surpreendeu e impôs respeito, mostrando que a lenda do UFC ainda está ali, ao conquistar um nocaute técnico em cima do jovem Tyson Pedro, depois de ele mesmo quase ser nocauteado no primeiro round. A luta foi a guerra, muita trocação forte e o brasileiro teve muito coração, como já é de seu costume. Aos 37 anos, ele ainda deseja disputar o cinturão, e declarou que com mais uma vitória quer ir para essa tentativa. Pelo menos foi uma boa recuperação da derrota sofrida na luta com Anthony Smith. E ele ainda levou bônus de "Performance da Noite".

Mais um brasileiro derrotando um australiano em casa, Junior Cigano também garantiu seu lugar e venceu Tai Tuivasa, depois de uma boa briga. Assim como na luta anterior, só que de uma forma mais amena, Cigano chegou a dar uma balançada quando Tuivasa conectou bons golpes. Mas, ao voltar pro segundo  round, conseguiu uma bela sequência, até que um cruzado derrubou o australiano e aí foi só questão de tempo até vir o nocaute técnico. Bela vitória consistente do nosso Cigano. Ao final da luta, pediu uma revanche contra Alistair Overeem.

ujustin-willis-360x260.jpg  mauricio-rua-tyson-pedro-ufc-fight-night   ufc-cig(3).jpg

Maria Beatriz Furtado
Paulista, bancária se aventurando no mundo da escrita, sobre um assunto que tanto gosta,MMA, com a maior espontaneidade possível.