Isabella Rocha
Saúde e bem estar
Artigos
Saúde e bem estar
Desmistificando os suplementos.

Desmistificando os suplementos.

hand-1106934_1280.jpg A suplementação alimentar trata-se da ingestão de produtos ricos em nutrientes, usados para complementar uma dieta, objetivando atender às necessidades específicas de cada atleta.

 No MMA, os suplementos alimentares são amplamente consumidos pelos lutadores para potencializar os treinos, repor nutrientes e sais minerais, recuperar os músculos e, até mesmo, suprimir o déficit calórico. 

 De acordo com a legislação brasileira, os suplementos são divididos em categorias

      Hipercalóricos ou compensadores – Com a função principal de ganho de peso, esses produtos possuem grande quantidade de carboidratos e lipídeos (gordura). Eles podem também vir acrescidos de vitaminas e minerais.

      Hiperprotéicos – Indicados para a construção e reconstrução dos músculos, esses suplementos contam com uma grande quantidade de proteínas em sua fórmula.

      Repositores energéticos – Utilizados para manter os níveis de energia durante a atividade física, esses produtos são compostos de carboidratos simples, complexos ou ambos (frutose, dextrose ou maltodextrina).

      Aminoácidos – Formulados a base de aminoácidos, esses suplementos são empregados para evitar a fadiga muscular.

      Suplementos Termogênicos: Utilizados para contribuir na redução de peso e gordura corporal, esses produtos promovem calor no organismo (termogênese), acelerando o metabolismo dos tecidos adiposos.

      Vitamínico – Minerais: Como o próprio nome diz, são produtos que contém vitaminas e minerais, usados para complementar a dieta dos atletas que tem suas necessidades aumentadas, devido ao grande esforço físico.

      Repositores Hidroeletrolíticos – Formulados a partir de concentrações variadas de minerais, carboidratos e vitaminas, visam repor líquidos e eletrólitos perdidos durante a prática esportiva intensa.

 É válido ressaltar que todos os lutadores contam com acompanhamento de profissionais para o consumo dos suplementos citados. O site Mulheres Loucas por MMA aconselha não incluir nenhum desses produtos na sua dieta sem antes consultar um médico ou nutricionista.

Suplementação Alimentar: consumo exige cuidados e acompanhamento profissional

 Conheça os malefícios do uso indiscriminado dos suplementos e também os riscos de quem consome a substância DMAA.

 Atualmente, a suplementação alimentar é um recurso que deixou de ser exclusivo dos atletas, alcançando também os indivíduos comuns que se preocupam com a saúde e a estética. Porém, o consumo desses suplementos vem preocupando médicos, nutricionistas e educadores físicos, pelo uso indevido .

 De acordo com a nutricionista Gabriela Prando, o uso de suplementos sem acompanhamento profissional pode, além de não trazer o resultado esperado pelo indivíduo, engordar, causar intoxicação e sobrecarregar os rins. Deve-se sempre procurar uma orientação com um nutricionista antes de iniciar uma suplementação, seja ela de vitaminas, minerais, proteínas ou aminoácidos, adverte.

 Os usuários de suplementos devem ficar atentos, também, aos produtos proibidos pela Anvisa (Agencia Nacional de Vigilância Sanitária), como o  Jack3D, Oxy Elite Pro e Lipo-6 Black . A comercialização e consumo destes foram banidos, pois em suas fórmulas há a uma substância chamada  dimethylamylamine  (DMAA). Segundo Gabriela, o DMAA promete promover uma rápida perda de peso e o aumento do rendimento dos praticantes de atividades físicas ou atletas. Porém, a nutricionista aponta as consequências severas que essa substância pode causar ao organismo: O DMAA é semelhante à anfetamina e pode causar toxicidade hepática, aumento da pressão arterial, aumento da frequência cardíaca, alterações no sistema nervoso, como ataques de pânico e crises convulsivas, além de disfunções metabólicas. 

Os resultados positivos prometidos pelos produtos que contém DMAA em sua fórmula não compensam seus efeitos colaterais. As consequências negativas do consumo DMAA podem ser irreversíveis e a substância causa independência. Não foi à toa que a Organização Mundial de Saúde emitiu um alerta à população brasileira acerca do seu uso.

Fica a dica do site Mulheres Loucas por MMA: Não se auto-suplemente! Procure um profissional capacitado para te orientar a tomar as fórmulas e substâncias ideias para sua faixa etária, sexo, atividade física praticada e objetivo. E o principal: NUNCA USE PRODUTOS PROIBIDOS!  Cuide da sua saúde! 

 

Isabella Rocha
Mineira de Belo Horizonte. Idealizadora, criadora e hoje editora do site Mulheres Loucas Por MMA. Apaixonada por artes marciais e esportes de contato especialmente MMA !