Cintia Lessa Lima Cancellier
DIÁRIO EFICIENTE
Artigos
DIÁRIO EFICIENTE
Aula de hoje: jiu-jitsu

Aula de hoje: jiu-jitsu

     Aula do dia - 03/12/2018

   Sempre aguardo com muita empolgação as nossas aulas de jiu-jitsu (assim como as de boxe) que nem sempre são semanais, porque atualmente estas são feitas em Ubatuba, na academia CIA do Corpo, dos primos do meu marido, ou seja, meus primos também, Vitor Chagas, Tatiana Chagas e Suzana Chagas.

    A minha primeira aula com o Vitor foi num momento em que meu quadril estava muito, mas muito travado. E eu, sem nem pensar no Jiu- Jitsu, pedi pra ele me passar alguns exercícios que trabalhasse quadril e equilíbrio, (o que mais pega no meu dia a dia). Eu até levei minhas luvas de boxe pra ele me dar a aula, mas no meio desta, o Vitor me disse assim: Cintia, com franqueza, não manjo muito de treino de boxe mas se você aceitar eu tenho uma outra proposta que vai ajudar bem na sua mobilidade pélvica.  Então, ele falou do treinamento do jiu-jitsu, ou seja, do aquecimento da modalidade, claro que com adaptação e respeitando o meu limite.

    Eu, de imediato aceitei, e pensei, vamos experimentar, afinal de contas já tinha há muito tempo tentado na Gracie, na época que tinha uma filial em frente nosso prédio, mas não durou muito tempo (a academia fechou). Então, aprendi diversos exercícios de mobilidade de quadril, muito legais e passei a treinar com o Marcos Ryos em São Paulo. Porém, devido a momentos muito, mas muito difíceis que passei, com certeza os  mais duros da minha vida e de meu pai (internação de minha mãe ....) , eu interrompi esse ano....

     Mas, como sempre tive o maior incentivo da minha família e voltei depois de setembro!  Então, vamos lá, falar da aula de hoje!

    Como de costume, eu sempre chego pilhada pra aula, cheia de energia e super afim de mostrar meus ganhos de mobilidade com minha lição de casa feita durante as duas semanas que passo em São Paulo. Tenho um suporte técnico pelos meus personais de São Paulo ( Rose e Eder) que sempre me dão um help extra e é claro, meu marido (Luciano) e meu pai que sempre estão por perto prontíssimos pro trabalho.

    Nossa aula começa  com exercícios de mobilidade de quadril em pé, com apoio na barra, depois com apoio unilateral, dando um passo a frente com um pé, e em seguida flexionando os dois joelhos e quadris ( parece o avanço da musculação), que tem como finalidade no jiu-jitsu derrubar o seu oponente (Entrada da Bahiana), desequilibrando pelas pernas (mas no meu caso, o objetivo é ganhar alongamento de tríceps sural, ou seja, musculatura da panturrilha, e ao mesmo tempo dobrar o joelho para depois ficar semi-ajoelhado). Não sei se dá pra acompanhar o meu raciocínio com a comparação  da função dos exercícios na luta e a real objetivo pra mim, na minha vida, mas prometo que tentarei ser o mais clara possível...rsrsrs! Vamos imaginar... eu tenho um padrão extensor do meu joelho, consequência da minha sequela, ou seja, meu joelho fica quase o tempo todo esticado, e piso mais com a ponta do pé do que calcanhar, certo? Esse exercício, força totalmente a flexão, ou seja , a quebra desse padrão, facilitando o meu agachamento, o alongamento de panturrilha e quadríceps....Não é o máximo!! E o mais legal é fazer de quimono no tatame...kkk.

    Depois dessa sequência, tentamos fazer uma corridinha seguida de movimentação lateral e ântero-posterior (sempre com um apoio moral para evitar a queda...kkk.  Ops, falando em queda, aprendi como derrubar o outro lutador, vivaaa, que legal! Mas ...cai junto, porque faltou equilíbrio...kkkkk.

    Finalmente fomos para o chão, a parte que eu mais gosto, mas que me pareceu a mais cansativa hoje. Estávamos fazendo vários exercícios de quadril, quando percebi durante um deles que o atrito que o tatame faz contra o peito do meu pé esquerdo (o pé e o membro mais teimoso que insistem em ficar estendidos – joelho esticado e ponta de pé pra baixo) facilita a flexão do mesmo! Gente, vejam só, como o estímulo de propriocepção é sensacional !!! Um movimento que naturalmente é bem difícil para eu realizar, a flexão do joelho e quadril esquerdo, foi bem facilitado no tatame na posição de gato!!

    Depois de tudo isso,  fazemos o rolamento pra frente e pra trás (me sinto uma criança dura mas muito feliz durante as tentativas...kkkk). Fora a série exercícios humanamente impossíveis que o Vitor  me propõe , realizando na maior facilidade que me faz ter ataque de risos durante minhas tentativas....kkkkkkk

Por isso que eu amo tanto esses esportes! Porque eles nos proporcionam experiências que podem sim, nos surpreender, ajudar e empolgar a cada treino!

Obrigada Vitor! E até a próxima aula!

 

Cintia Lessa Lima Cancellier
39 anos,fisioterapeuta, Mestre pelo IAMSPE (área de neuro-reabilitação ), autora do Livro - Exercícios e Posturas para o paciente com sequela de AVC e outras doenças neurológicas. Especialista pela Santa Casa de Misericórdia em Fisioterapia neuro-múscoloesquelética. Pós Graduada pela Gama Filho em Fisioterapia Cardiorrespiratória.
Atleta amadora !